segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

UMA VIDA NUMA FOTOGRAFIA


(UMA EXTRAORDINÁRIA FOTOGRAFIA DE SUSANA CORREIA, QUE PODE VER NO OLHARES)




Esta extraordinária fotografia foi tirada por Susana Correia do Olhares, fotografia online. E quem é a Susana, interroga você? Olhe é minha familiar. Parece que estou a ouvi-lo dizer: pois, tinha de ser, lá vem ele elogiar os que lhe são próximos. Tenha lá paciência comigo, por dois motivos. O primeiro é que eu não sabia que tinha uma talentosa fotógrafa na minha prole –era de esperar, eu sei, mas eu não sabia, pronto! Só soube há dias e fiquei deveras contente. Quem não fica perante a força da exposição da obra de arte? E a Susana tem uma galeria, mais de cinco centenas de espectaculares retratos.
O segundo motivo, e não menos importante, é que a extraordinária foto mostra a minha tia Aida e avó da Susana. Infelizmente, não há muitas razões para comemorar, esta minha tia velhinha, com quase 90 anos, está muito mal nos HUC. Eu sei é a vida, e quanto a isso não deve haver lamentações. Pessoalmente, encaro a morte apenas e só como o fim da estrada. Acabou-se o trilho, mais nada. E nós até sabemos que é assim. Nem sequer é surpresa. Passamos a vida a prepararmo-nos para a morte. Não deveríamos chorar na hora derradeira de alguém. Deveríamos partir da mesma forma que entramos. Se quando vemos a luz pela primeira vez, saindo do ventre da nossa mãe, é uma grande alegria, a hora do último suspiro deveria ser, igualmente, de contentamento. Afinal, bem ou mal, cumprimos o fim para que viemos ao mundo.
Eu sei, e pensando na minha tia Aida, que me lembro dela desde que me conheço, é verdade que as memórias atropelam-se e dá-me uma ponta de nostalgia, mas é assim. Esta mulher, como tantas da sua época, trabalhou imenso no amanho da terra, na companhia do marido –o meu tio Ernesto que, pela sua bonomia tanto me marcou na minha infância. Já falei dele aqui. Faleceu há cerca de uma dúzia de anos. Era daqueles familiares que, pela sua ingenuidade franca, nos marcam para a vida.
Parabéns à Susana e esperança que a minha tia Aida melhore de saúde.

2 comentários:

José Manuel disse...

Muito obrigada por esta bela homenagem à minha avó...ficamos muito surpresos aqui em casa com a tua atitude....Em meu nome igualmente agradeço a tua sensibilidade e visita...Quero que saibas que para mim é também motivo de orgulho ter alguém como tu na familia, com tao bela escrita que muitas vezes consegue fazer sonhar a quem lê....dás-nos palavras "visiveis" do que escreves, capazes de nos transportar para uma nova dimensão....
Muito obrigada mais uma vez e por favor continua sempre com a tua escrita que sendo tão analítica nos ensina bastante e nos faz pensar...
Bem hajas


Susana Correia

LUIS FERNANDES disse...

Eu é que agradeço as tuas palavras materializadas na escrita.
Obrigada Susana. Estou todo babadinho. Tens aí um lencito a mais?