terça-feira, 5 de janeiro de 2016

ABRIU HOJE, NA BAIXA, O “CONTINENTE BOM DIA”





Na Avenida Fernão de Magalhães, em parte das instalações da Auto Industrial, numa área de cerca de 1400 metros quadrados, abriu hoje em Coimbra, na Baixa, a primeira loja “Continente Bom Dia”. Segundo o Diário as Beiras, a abertura desta nova loja “representa a criação de 60 postos de trabalho. A nova loja dispõe ainda de uma cafetaria, um espaço Well’s, nove caixas de pagamento e 66 lugares de estacionamento para os clientes”.
Hoje, as ruas da Baixa estão pejadas de mulheres libelinhas (raparigas com umas enormes asas nas costas) a entregar o jornal gratuito “Destak” e em cuja capa, acoplada, se destaca o anúncio da nova catedral de consumo comercial e industrial.
Numa visita relâmpago, deu para ver que o novo espaço está agradável à vista. Retirando o lugar da cafetaria logo à entrada, que lhe confere uma atmosfera mais leve, está muito igual à área do Vale das Flores, ou até o espaço, ali ao lado, do Pingo Doce. Salienta-se que, pelo menos por agora, não se avistam roupas nem venda de livros. Tudo indica que está destinado à alimentação e artigos para o lar, como bens de limpeza e outros afins.
Pelos poucos lugares de estacionamento, 60, parece que este ponto de venda pretende captar o cliente circunstancial, de “comprar e andar”. Ou seja, não tem por objecto o comprador de carro-cheio mas aquele que vai adquirir pequenas faltas. Admito que talvez esteja a ser influenciado pelo quadro que apreendi. Isto é, não vi carros cheios de compras, mas antes alguns clientes com sacos oferecidos na mão a saírem da nova média-superfície.


TEXTOS RELACIONADOS

"O Continente pode ou não submergir a Baixa?"
"Um comentário recebido e uma resposta"
"Uma estátua para Machado"
"A Baixa vista da minha janela"
"Um estacionamento para as Cortes e uma rotunda para o Continente"
"Os novos escravos"
"O PCP preocupado com o futuro do comércio local"

3 comentários:

Minnie Me disse...

Só é lamentável que tenham chamado as pessoas para entrevistas dizerem que diziam alguma coisa fosse positivo ou negativo e nada disseram

Cristina disse...

Lamento, mas não é dito em que cidade se trata. Qual Baixa????

LUIS FERNANDES disse...

Cristina, vai desculpar mas anda muito distraída. Está logo no primeiro parágrafo. Leia lá outra vez (para castigo). Coimbra, menina!
Obrigada.