sábado, 25 de junho de 2022

REUNIÃO DE CÂMARA MUNICIPAL DA MEALHADA: 5 TIROS NO PORTA-AVIÕES

(imagem do jornal online Bairrada Informação)





A convocatória para a segunda reunião do mês da Câmara Municipal da Mealhada, que vai realizar-se na próxima Segunda-feira, dia 27, pelas 9h00, carrega na sua agenda 5 pontos solicitados pelos vereadores do Partido Socialista.

Não sendo desconforme, contudo, parece-me, é pouco comum a oposição agendar tantos pontos de rajada para debater de uma vez só, sobretudo quando, durante 60 minutos, no Período de Antes da Ordem do Dia, há completa liberdade regimental de interpelar o presidente da Câmara.

O teor dos cinco pontos agendados são os seguintes:


2. Obra do Mercado Municipal de Mealhada - Abertura do Mercado Municipal - Aplicação de multas contratuais ao empreiteiro (Agendamento solicitado pelo Senhores Vereadores eleitos pelo Partido Socialista);

3. Obra do Chalet Suiço (Agendamento solicitado pelo Senhores Vereadores eleitos pelo Partido Socialista);

4. Projeto do espaço museológico Lusoclássicos e recuperação de Lavadouros – Arquiteto Diogo (Agendamento solicitado pelo Senhores Vereadores eleitos pelo Partido Socialista);

5. Veículo de recolha de RSU (recolha Porta a Porta) adjudicado à empresa Hidromaster (Agendamento solicitado pelo Senhores Vereadores eleitos pelo Partido Socialista);

6. Centro Escolar do Luso – Informação sobre trabalhos aprovados (Agendamento solicitado pelo Senhores Vereadores eleitos pelo Partido Socialista);


MAS HAVIA “NEXEXIDADE”?


À pergunta: por que razão são disparados cinco tiros no porta-aviões de uma assentada? Naturalmente que na próxima Segunda-feira ficaremos a saber. Mas poderemos sempre aventar que este “ataque” cerrado ao “inimigo” será sempre uma prova de demonstrar aos eleitores que a oposição, nesta manifestação de força em bloco, está viva e recomenda-se. É certo que, nestes nove meses de vigência, o combate político por parte do PS tem estado centrado numa (a)frontalidade fulanizada por parte de Rui Marqueiro. Os seus colegas de bancada, Luís Tovim e Sónia Leite, têm sido uma espécie de jarras de altar, com uma posição pouco viva e marcada por uma aparente indolência, a estar ao lado do padroeiro. É certo que Marqueiro, com a sua forma de intervenção dividida entre o truculento e a piada de humor, também, pelo facto de não lhes conceder muito espaço, não lhes facilita a vida para se tornarem tribunos.

É também de relembrar que na última reunião de Câmara, decorrida em 13 de Junho, o ex-presidente lançou um aviso à navegação: “Na última reunião pedi informações sobre o (novo) Mercado Municipal”. E até agora não recebi nada. Se não receber nas próximas 48h00 informações, informo o Ministério Público e a ASAE pelo prejuízo causado aos comerciantes...”

E interrogou também: “Qual a situação do Challet Suíço? Quando saí a obra já estava adjudicada…”

Daí custar a entender as mesmas perguntas em repetição. A menos que esta interpelação sirva de ensaio para carregar as armas para a Assembleia Municipal, que se irá realizar no dia seguinte a esta reunião da vereação, ou seja, dia 28, terça-feira, pelas 20h30, no Cine-Teatro Messias.

sexta-feira, 24 de junho de 2022

A LISTA DA CDU CANDIDATA À ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LUSO FAZ PÉRIPLO POR LUGARES ADSTRITOS



A convite da lista da CDU, Coligação Democrática Unitária, candidata à Assembleia de Freguesia de Luso nas últimas eleições, representada por Óscar Carvalho e Isabel Cristina Alves, cerca das 16h00, esteve hoje em Barrô António Jorge Franco, presidente da Câmara Municipal de Mealhada, acompanhado do seu chefe de Gabinete. Delegado por Claudemiro Semedo, presidente da Junta de Freguesia, esteve também presente um representante.

Segundo Óscar Carvalho, “convidámos hoje o senhor presidente da Câmara Municipal de Mealhada para lhe transmitir alguns problemas que nos vão chegando pelos habitantes dos lugares da freguesia.”

Prossegue o representante comunista, “começámos pela aldeia de Barrô por entender que há aqui uma obra que não pode deixar de se fazer. No caso, falo das especiais condições que a aldeia proporciona para a construção de uma praia fluvial na represa existente na ribeira e um parque de merendas junto ao moinho. A ser realizada esta obra, seria boa para quem aqui mora e atrairia novos visitantes. Pela pureza das águas correntes e frescura deste lugar paradisíaco, vale a pena sermos teimosos”, enfatizou Óscar Carvalho.

Sobre a proposta defendida, respondeu António Franco: “Estamos a trabalhar no assunto. Na semana passada, acompanhado de um técnico do Gabinete de Projecto, estive cá a ver as possibilidades. É possível de concretizar. Não está esquecido. Com verbas do 2020, atribuição de Fundos pela Comunidade Europeia, já não é possível, mas talvez com uma candidatura ao programa de 2030… Quem sabe? Se for possível far-se-á. É preciso tomar atenção que estamos também a falar de uma parcela de terreno que é particular. E para levar isto em frente é preciso falar com o proprietário. Não sabemos se quer vender, se quer ceder temporariamente” (em regime de comodato).

Continuou Óscar, “gostava também de lhe falar sobre o castelo de Barrô. Sabe que é uma obra-prima do concelho? É uma pena estar sempre fechado. Quem sabe a autarquia não possa estabelecer um protocolo com os proprietários para o poder abrir ao povo?

Sobre esta obra construida em 1920 por Francisco Grandella, e com uma história de se lhe retirar o chapéu, retorquiu Franco: “em relação ao castelo não será possível tão cedo. Há muito para fazer. E temos de levar em linha de conta o que é mais prioritário.


UM PÉRIPLO DA CDU


Segundo Óscar Carvalho, “é uma visita guiada promovida pela lista da CDU candidata à Assembleia de Freguesia acompanhados do senhor presidente da Câmara Municipal e de um elemento da Junta a vários lugares da freguesia

O primeiro foi Barrô. Seguir-se-á Lameira de São Pedro, entrada do túnel de Carpinteiros. Depois o lugar de Moinhos, Quinta da Tapada. O sítio do Lago e Pavilhão, o Centro de Saúde, a Avenida e Fonte dos Castanheiros, o Bairro Melo Pimenta. A aldeia do Monte Novo. O Salgueiral. Desceremos até Várzeas. Depois Almas (Bussaco). Carvalheiras. Louredo e terminamos no Luso.


Não fomos eleitos em Setembro de 2021, mas isso não significa que baixemos os braços e deixemos de intervir em defesa do povo, quer na Assembleia Municipal, quer na Reunião de Câmara”, concluiu o ex-candidato.


 

segunda-feira, 20 de junho de 2022

CM MEALHADA: A APRESENTAÇÃO DA NOVA PLATAFORMA DE SERVIÇOS ONLINE NÃO VAI SER PRESENCIAL

 




Informam os serviços da Câmara Municipal da Mealhada que “Ao contrário do que estava previsto, a apresentação (de uma Plataforma de Serviços Online da Câmara Municipal da Mealhada) decorrerá apenas online.

Conforme foi divulgado aqui, inicialmente, o lançamento estava previsto para o próximo dia 22, pelas 9h30, com público a assistir no Auditório da Biblioteca Municipal.

Ficamos então, agora, a saber que se irá manter a apresentação mas sem ser presencial, ou seja, apenas com transmissão online.


Seguem os dados de acesso à apresentação pública da plataforma de serviços online:


Hora: 22 Junho de 2022, 09:30 da manhã

Link zoom

https://us02web.zoom.us/j/89616078507?pwd=U3REMEJLRmtIeDV6OHBBN1J6MGNRdz09

ID da reunião: 896 1607 8507

Senha de acesso: 999971

----

Streaming youtube https://youtu.be/gwplHz9VtR8


SARAU MUSICAL EM BARRÔ

 





Promovido pela Escola de Música AJCL, Associação Jovens Cristãos do Luso, no próximo dia 3 de Julho, Domingo, pelas 15h30, vai realizar-se no Clube Recreativo de Barrô um Sarau Musical, um serão numa tarde em que vai haver música instrumental, dança, canto.

Segundo o cartaz de divulgação apanhado numa destas ruelas digitais, o evento vai ter a participação especial do CATL AJCL, Centro de Actividades Tempos Livres/Associação Jovens Cristãos do Luso.

Está escrito ainda que “as entradas revertem para: CATL AJCL

Bora lá! Inscrevam já em “actividades culturais a não perder” e não esqueçam de levar os miúdos. Quem sabe se esta presença dos mais pequenos não será fundamental e possa constituir a “pedra de toque”, como quem diz, o desencadear neles do gosto pela música?


sábado, 18 de junho de 2022

MEALHADA: SÓ PARA LEMBRAR…

 





Faz amanhã uma semana que, após 9 dias de folia, encerrou a Feira de Artesanato e Gastronomia Mealhada 2022.

As quase invisíveis placas indicativas do evento colocadas ao longo da Estrada Nacional 1 lá continuam. Não sei se será intencionalmente, mas creio que não. Se o for, mais que certo será para poupar mão-de-obra para o ano que vem. Ou então, para ir lembrando os automobilistas que podem contar com mais um certame.

E já agora, também o “outdoor” da Cuca Roseta, junto à Ponte de Viadores, também pode ir dar uma volta, a menos que a célebre fadista para o ano seja novamente cabeça-de-cartaz.

Como se imagina, como se fôssemos um relógio parado que ao longo do dia está duas vezes certo, não sabemos se estamos atrasados se adiantados.


sexta-feira, 17 de junho de 2022

A CÂMARA MUNICIPAL DA MEALHADA VAI LANÇAR UMA PLATAFORMA INTERACTIVA ONLINE

 

(imagem do jornal online Bairrada Informação)



Com transmissão via ZOOM/teams, com link a divulgar oportunamente, é já no próximo dia 22, pelas 9h30, no Auditório da Biblioteca Municipal, que será feita a apresentação de uma Plataforma de Serviços Online da Câmara Municipal da Mealhada.

O lançamento com arranque efectivo deste serviço oficial, estima-se, será em 24 deste mesmo mês de Junho. Os registos serão validados a partir de 23.

Segundo informação disponibilizada pela autarquia,Com o intuito de responder às novas necessidades dos Munícipes, foi criada esta plataforma de serviços on-line que potenciará a interactividade entre os cidadãos (ou pessoas colectivas) e a Câmara Municipal da Mealhada, possibilitando o acesso online a todos os serviços da Autarquia, bem como uma maior celeridade nos processos administrativos e operativos.

Os serviços on-line permitem acesso à plataforma e às informações gerais disponibilizadas, designadamente requerimentos on-line, bem como à consulta de informação sobre os seus processos;

Gradualmente, em função das necessidades dos cidadãos e do desenvolvimento da plataforma de suporte, serão disponibilizadas outras funcionalidades, como o acesso a informação sobre todos os serviços prestados e o acesso a novos formulários para a submissão electrónica, a partir de qualquer computador ligado à Internet. Serão também feitas melhorias à plataforma, quer em temos de design quer em termos de usabilidade.


ACESSO À PLATAFORMA

Para aceder à generalidade das funcionalidades disponíveisinformam os serviços da edilidade - é necessário efetuar um registo na plataforma, por forma a inequivocamente estar identificado perante o Município de Mealhada. Para o efeito, utilize por favor as ligações na lateral direita consultando se necessário o documento de apoio: Ficha de serviço - Registo nos Serviços Online.”

terça-feira, 14 de junho de 2022

MEALHADA: HOJE HOUVE REUNIÃO DE CÂMARA (2)

 

(Foto do jornal online Bairrada Informação)



A reunião de Câmara Municipal de ontem, 13 de Junho, transmitida via “streaming” por causa da infecção por Covid de António Franco, presidente da autarquia, começou sob o signo do antagonismo e turbulência entre a maioria e o chefe da oposição, Rui Marqueiro.

Apesar disso, ao longo de cerca de duas horas e meia, quem esteve atento, foi-se verificando progressivamente a uma passagem de crispação para um estado de simpatia bem humorada, doseada e acutilante do representante do PS no executivo camarário.

Para tentar entender estas mudanças de humor ainda pedi a Sigmund Freud, o pai da psicanálise e moderna psicologia, que nos desse um parecer técnico, mas, por parte do mestre da psico não recebi nada em tempo útil.

Depois de passar largas horas a pensar, sentado no banco “Arco-iris”, instalado no Jardim Municipal, cheguei à conclusão que as mudanças de carácter tinham uma génese milagrosa e santífica e nada política, nem psicológica. É que ontem, 13 de Junho, era dia de Santo António. Bem sabemos que o ex-presidente da edilidade até é ateu, mas isso, para o caso, não interessa nada. Se fecharmos os olhos por momentos, em abstracção, facilmente conseguimos antever o santo franciscano a bater na cabeça de Marqueiro com o martelinho, que o caracteriza nos santos populares, apelando à sua contenção irritadiça.


I


E o chefe da transmissão internética, António Franco, deu início ao Período da Ordem do Dia.

Artigo em agenda mais importante puxa artigo, e entrou-se no ponto 2, “Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra - Minuta de Protocolo de Colaboração“, no caso, estava em causa o designado “prédio dos Coutos" para alojar 14 migrantes.

Retorquiu Marqueiro: “acho boa ideia. (…) Alguém me disse que a drª Filomena disse que o meu executivo só comprava casas velhas. Pelos vistos, agora dá jeito… (…) A senhora vice-presidente gosta muito de se gabarolar… (…) Se não fosse eu ela não seria nada na política.

E seguiu-se o ponto 3, “Colocação de outdoors no âmbito da EXPOFACIC 2022 – Pedido de isenção de taxas”. Sobre este tema, com cordialidade, disse Marqueiro: “desde que haja reciprocidade estou de acordo.

E entramos no ponto 7, “Projeto de transporte flexível a pedido”. Tratava-se de uma proposta de alterações aos trajectos já existentes e criação de novas rotas. Ligar com transporte os postos de saúde da Pampilhosa e Vacariça, assim como uma maior transversalidade entre o Luso e o Bussaco.

E estamos no ponto 8, “Proposta ao Executivo - VII Edição Feira de Artesanato e Gastronomia em Barcouço – Pedido de apoio”. Sem contestação e por unanimidade, foi aprovado um subsídio de 500 euros mais IVA para custear a instalação de um palco para o certame.

Artigo 11, “Protocolo de Cooperação entre Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (Estabelecimento Prisional de Coimbra) e a Câmara Municipal da Mealhada”. Vamos ter reclusos a trabalhar no concelho em limpeza e espaços verdes. Alegadamente, entre Coimbra e Mealhada, como qualquer cidadão de plenos direitos, em regime livre, vão viajar em transportes públicos sem guarda prisional a acompanhar.

Sobre esta medida comentou Gil Ferreira, vereador da Cultura: “É uma proposta que os municípios devem abraçar para se contribuir para a ressocialização de todos.”

Ponto 12, “Cedência do Direito de Exploração Cafetaria da Alameda da Cidade - Intenção de resolução do contrato”. Foi votada a moção para que, no prazo de 8 dias, o actual concessionário diga se pega ou larga de vez, resolvendo o contrato e abrir novo concurso.

Ponto 13, “Averbamento dos Alvarás de Concessão de 3 Jazigos no Cemitério Municipal de Mealhada - Pedido de isenção de taxa”, pela Santa Casa Da Misericórdia da Mealhada. Por os serviços informarem o executivo que não estavam reunidas condições para a isenção, com os votos contra da bancada socialista, Marqueiro, Tovim e Sónia, foi negado provimento à pretensão.

Ponto 16, “Auxílios Económicos 1º CEB - Ano letivo 2022/2023 – Informação”. Foram aprovados aumentos de 10 euros para famílias com filhos a frequentarem a escola e com maiores dificuldades.

Ponto 19, “Prestação de serviços, na modalidade de avença, de nadador salvador, a desenvolver nas Piscinas Municipais de Luso – procedimento de ajuste directo”. Foi aprovada a contratação.

A terminar a reunião cerca das 11h30, com um Marqueiro calmo e assertivo, completamente no oposto quando entrou no debate, o ex-presidente ainda perguntou a Franco: “O senhor presidente é regionalista, não é?… Eu também sou...


TEXTO RELACCIONADO


"Mealhada: Hoje houve reunião de Câmara"